O QUE É O VIDRO?

  O QUE É O VIDRO      

O vidro é uma substância inorgânica, homogênea e amorfa, obtida através do resfriamento de uma massa em fusão. Suas principais características são a transparência/ translucidez, a dureza e a capacidade de reciclagem total.
  VIDROS PLANOS      

Os chamados vidros planos, fabricados em chapas, são consumidos principalmente pela construção civil, seguida pela indústria automobilística e moveleira, depois na produção de espelhos e um pequeno percentual para múltiplas outras aplicações. Vários setores vêm aumentando seu consumo de vidro, como a indústria moveleira e o dos eletrodomésticos da chamada linha branca, como fogões, geladeiras, microondas e etc.
  VIDRO IMPRESSO      

O vidro impresso é um vidro plano translúcido, incolor ou colorido, que recebe a impressão de uma textura quando está saindo do forno. Tem larga aplicação na construção civil, eletrodomésticos, móveis, decoração e utensílios domésticos. Atualmente, existe uma grande gama de texturas modernas e sofisticadas, algumas mais transparentes, outras mais translúcidas, que proporcionam bem-estar, aconchego e privacidade aos ambientes.
  COMPOSIÇÃO DO VIDRO      
Areia: Constituída praticamente de sílica (SiO2), que é a base da grande maioria dos vidros. Pode ser retirada de praias tanto do mar como de rios, ou de jazidas situadas em vales onde se acumularam através dos tempos. Fornece o óxido de silício. 

Calcário: É uma rocha constituída de carbonato de cálcio (CaCO3), que é extraída, britada e moída, até a obtenção da granulometria desejada. Fornece o óxido de cálcio (CaO) ao vidro.

 Dolomita: Da mesma família do calcário, porém, sua formulação é constituída de um carbonato duplo de cálcio e magnésio. 

Feldspato: É um mineral constituído de um alumino silicato de sódio e potássio Kna (AlSi3O8). A razão de sua utilização é pelo óxido de alumínio ou alumina (Al2O3).
Barrilha: Ou carbonato de sódio (Na2CO3) é o principal fornecedor de óxido de sódio. Embora seu percentual em peso não seja tão grande, representa o maior custo entre as matérias-primas dos vidros sodo-cálcicos. Podemos dizer que 60% do custo de uma composição é devido à barrilha. 

Sulfato de Sódio: Composto industrializado (Na2SO4), utilizado como afinante, pois tem como característica, a altas temperaturas, liberar grandes bolhas e de maneira violenta, incorporando a ela as pequenas bolhas contidas na massa do vidro provocada pela reação das outras matérias-primas. 

Caco de Vidro: Utilizado em praticamente todas as indústrias de vidro, pois além de 100% recicláveis, diminuem o consumo energético, aumentam a capacidade de extração e também aumentam a vida útil dos fornos.
Share by: